segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012

Amizade...


Como faz tempo que não apareço por aqui, está meio desatualizado o blog, meio sem assunto... Incrível, tendo tanta coisa a ser transmitida pela palavra, eu venho dizer estar sem assunto...
Mas enfim, vou falar de um assunto interessante... AMIZADE!
O que é amizade, o quão ela pode influenciar sua vida, como saber reconhecer os verdadeiros amigos??
Perguntinhas complicadas de responder né?!
Mas, OPINIÃO MINHA, amizade é tão indescritível quanto AMOR...
Afinal, você conhece alguém, cria uma empatia, passa a ter confiança, ri, se diverte, briga, um dia não quer nem olhar pra pessoa e no outro tudo o que você precisa é de um abraço bem apertado e que te diga "vai ficar tudo bem"...
Quando Deus coloca pessoas no nosso caminho, sempre tem um motivo, elas podem estar só de passagem, podem ficar algum tempo ou podem permanecer por toda a vida!! E a permanência pode não ser de corpo presente, mas é estar no coração, nos pensamentos, nas orações... é não importar o tempo que passe ou a distância existente sempre existir um pedaçinho daquela pessoa com você e isso nunca deixar de existir!!

Depois de colocar uma opinião pessoal, que tal uma base bem mais sólida... Já na Bíblia há referências a essas pessoas que nos cercam...
Vamos dar uma lidinha em Provérbio 18:24:

24 O homem que tem muitos amigos, tem-nos para a sua ruína; mas há um amigo que é mais chegado do que um irmão.


O que o texto nos diz?

Ao ler a palavra percebemos que estar cercados de "amigos" não é o ideal de amizade, mas sim, mesmo tendo poucos amigos, se os tivermos como irmãos, aí sim somos agraciados, pois são raros e bençãos divinas tais amigos tão valorosos...


Outra referência Bíblica que podemos citar é referente a amizade de Jônatas e Davi, que fica bem expressa em I Samuel 18-19, onde vemos claramente o quão grande é o amor de Jônatas por Davi (I Sm 18: 1;3):

1 Ora, acabando Davi de falar com Saul, a alma de Jônatas ligou-se com a alma de Davi; e Jônatas o amou como à sua própria alma.

2 E desde aquele dia Saul o reteve, não lhe permitindo voltar para a casa de seu pai.

3 Então Jônatas fez um pacto com Davi, porque o amava como à sua própria vida.

Na palavra vemos que Saul, pai de Jônatas tinha ciúmes de Davi e com isso quis criar situações que ocasionassem a morte dele por diversas vezes, mas Deus era com Davi e este sempre saia vitorioso das batalhas. Em I Sm 19, Saul manda matar a Davi, porém Jônatas prova o quão grande é sua feição e defende seu amigo, pois o ama.


Para finalizar, vemos que a amizade não é algo banal, está na Palavra de Deus, e agrada ao Senhor que tenhamos verdadeiros amigos, pois estes são presentes do Pai para nos acompanhar em nossa jornada, nos proteger e se aliar a nós em cada batalha... Amigos de verdade, que são frutos do amor de Deus, criam laços superiores a de amigos, se tornam irmãos...

segunda-feira, 25 de julho de 2011

Rodolfo Abrantes em entrevista ao Altas Horas

Jovens e adolescentes dos anos de 1990 com certeza ouviram alguma música da banda Raimundos e, muito provavelmente, ela tenha sido cantada e composta por Rodolfo Abrantes, ou o Rodolfo do Raimundos, como ficou conhecido. O músico participou durante anos da banda que foi um dos maiores sucessos do rock nacional dos últimos tempos, até sua repentina saída no início dos anos 2000.

Milhares de fãs, programas na televisão tocando suas músicas, top 10 entre os sucessos e tudo o que a fama pode trazer, porém, isso tudo, para Rodolfo, faz parte do passado. “De que adiantava um disco de ouro na parede se aquilo não fazia mais sentido?”, afirma o cantor em seu testemunho.
Convertido desde 2001, Rodolfo nem de longe lembra os tempos de sua antiga banda. As letras de suas músicas agora falam de paz e sobre uma vida com Deus, o público continua sendo de jovens, mas esses não gritam mais seu nome durante a apresentação, e sim palavras como “glória a Deus” e “amém”.
O roqueiro e agora também missionário foi destaque do programa Altas Horas na TV Globo, no último sábado. Confira o vídeo da entrevista completa:




Fonte: Guiame.com.br-por: Pollyanna Mattos
terça-feira, 12 de julho de 2011

Contramão do mundo



O mundo está mudando e atualmente esta mudança está levemente brusca, pode ser estranho eu utilizar características tão contraditórias para uma mesma coisa, mas analisando como a mutação do mundo está evoluindo vemos alterações sutis, dogmas que estão sendo quebrados lentamente no decorrer dos anos, contudo ainda assim são alterações que estão agindo violentamente contra a família e a vida do ser humano.

Não acredito que devamos ser imutáveis, que o mundo deva paralisar, contudo acho necessário recorrer ao Senhor nessa hora para saber se tal mudança será ou não uma benção.

As pessoas atualmente já não veem nada de errado e nem anormal ver duas crianças de 10 anos se beijando em um canto qualquer, onde está a infância? Casais se separam todos os dias, em 2009 para cada 5 casamentos ocorrido no ano havia 1 divórcio, segundo IBGE (UOL), então me diz aonde estão os valores da família? Estava no ônibus esses dias e ao olhar pela janela tinha no ponto 2 meninas, de uns 14 anos se beijando e abraçando, uma senhora ao meu lado me disse, "Ah isso é normal, e se elas fizerem além disso, também é normal, hoje em dia é TUDO normal!".
É nessas horas que eu penso: CADÊ OS VALORES DO MUNDO?

Muitas pessoas "perderam" Cristo pelo caminho, mas nossa obrigação de cristãos é levá-las ao encontro do Pai, pois só ele pode remanejar as mudanças no mundo. Devemos ser contrários ao caminho do mundo e irmos em direção ao Senhor e levarmos o máximo de pessoas conosco, pois é essa nossa função, levar o evangelho, honrar e engrandecer o Deus que tanto nos ama e nos agracia.

Vamos seguir em direção ao ALVO, Cristo nos espera de braços abertos!!

"Prossigo para o alvo, pelo prêmio da soberana vocação de Deus em Cristo Jesus." (Fp. 3:14)



Autor: Majory Caroline

Visitantes

Busca

Carregando...

Pedidos de Oração